domingo, 28 de dezembro de 2014

A Informadora

Subtítulo: Um mistério na Roma antiga
Autor: Lindsey Davis
Edição: 2014/ março
Páginas: 400
ISBN: 9789892325668
Editora: ASA

Sinopse: 
Roma, ano 89 DC. As regras ditam que uma mulher deve ser submissa e modesta. Não deve levantar a voz, vestir roupas extravagantes, sair à noite, beber ou desafiar a autoridade… e muito menos envolver-se em assuntos criminais.
Flávia Albia contraria todas estas normas (e mais algumas). Vive sozinha na zona boémia de Roma, cultiva amizades pouco recomendáveis e não se coíbe de lutar pelos seus direitos. Filha de um detetive, Flávia decidiu desde cedo seguir os passos do pai. Mas a investigação é uma profissão masculina. Para ser respeitada, ela sabe que terá de ser a mais rápida, a mais perspicaz, a melhor.

Flávia é a única a reparar que o número de mortes inexplicáveis tem vindo a aumentar na cidade. Por não terem ligação entre si nem indícios de violência, não levantaram suspeitas.
As denúncias de Flávia são ignoradas pelas autoridades, que estão demasiado ocupadas com a organização dos Jogos de Ceres, o momento alto do ano. E até mesmo a própria Flávia, distraída com a perspetiva de um novo romance, não vê que a morte está demasiado perto de casa…

A minha opinião: 
Reservada, implacável e auto suficiente. Inteligente e indomesticável como uma raposa, mas capaz de uma forte lealdade. Criatura solitária capaz de socializar, alegre e divertida mas que depois tornava a isolar-se. Vivia na comunidade urbana, mas sub-repticiamente. Nunca chegava verdadeiramente a fazer parte dela, assim era Flávia Alba, uma viúva jovem e informadora/ investigadora que segue o rasto de misteriosos crimes.

Um romance levezinho e fantasioso que se passa na Antiguidade Clássica, onde o protagonismo é dado a uma mulher, que se sabia mover na sociedade da época. Sarcasmo e alguma teatralidade no decorrer da trama em que se procura desvendar a identidade do assassino da agulha. De fácil resolução e sem qualquer rasgo de brilhantismo acompanhamos as pistas nesta singela aventura, que nada mais visa do que entreter e distrair para depois se esquecer.

Sem comentários:

Enviar um comentário