sábado, 10 de outubro de 2015

A Vinha do Anjo

Autor: Sveva Casati Modignani
Edição: 2015/ setembro
Páginas: 384
ISBN: 9789720047755
Editora: Porto Editora

Sinopse:
Longas filas de videiras estendem-se pelas colinas suaves de Borgofranco. Há dois séculos que a família Brugliani é proprietária daquele antigo burgo e das vinhas, tratadas com paciência para delas extrair vinhos preciosos e únicos. Aos 35 anos, Angelica é a herdeira da tradição e do património familiar. Mãe, esposa, empresária de sucesso: tudo parece perfeito na sua vida. Só ela sabe que por detrás daquela fachada se esconde um mundo sombrio, feito de mentiras - as do marido - e de sonhos pueris.

Numa noite, em que conduzia a sua moto e sentindo-se dominada pela amargura e pelas lágrimas, Angelica não se apercebe de que o carro à sua frente está a travar. O choque é violento, mas felizmente sem consequências graves, quer para ela, quer para o condutor do automóvel, Tancredi D'Azaro. Angelica não sabe ainda que aquele homem é um dos chefs mais aclamados em todo o mundo. E ambos ignoram que, depois daquele encontro fugaz, o destino voltará a entrelaçar os seus caminhos, suscitando a tentação de um novo começo. É então tempo de fazer escolhas, tendo em conta o peso do passado e as responsabilidades do presente - porque a vida é feita de sonhos e paixões.
A Vinha do Anjo conta-nos a história envolvente de uma família e de uma tradição milenar, o retrato de uma protagonista fascinante no qual se reveem muitas das mulheres empreendedoras e corajosas que anonimamente constroem as nossas sociedades.

A minha opinião:
Gosto muito dos romances da Sveva. Uma fraqueza minha mas não perco um. Gosto mais de uns do que de outros, mas gosto sempre. Com o tanto que gosto de ler e de variar em estilo e género, seria de supor que esta fraqueza estaria ultrapassada há muito, mas sempre que se aproxima um novo romance desta autora, eu apresso-me em ler. 

Gosto de romances sobre mulheres. Mulheres que sofrem mas resistem, endurecem e vingam. Mulheres que se perdem e se encontram. Amam e sofrem e voltam a amar. Mulheres com uma carreira profissional e uma família com quem se preocupam e cuidam. Mulheres privilegiadas mas que não se acomodam. Mulheres independentes e com interesse porque se interessam. Este é o universo dos romances da Sveva que eu tanto prezo. 

Angelica Brugliani é uma destas mulheres. Uma mulher do vinho e da terra, que se tinha tornado parte integrante da sua empresa vinícola, tão presente na história da sua família. Uma mulher com uma extraordinária sensibilidade que nos transmite o gosto pelo requintado prazer que obtemos de degustar um bom prato ou um bom vinho. E para isso, temos Tancredi D'Azaro, um chef de cozinha, também ele ligado às origens, que não são muito distantes das nossas, como a ligação ao sol, ao mar, ao céu, ao curso das estações, e à alegria e saber dos sentidos. Enfim... um romance envolvente e sedutor, com personagens com história e que tanto nos dizem. 

Recomendo. Como sempre.

Sem comentários:

Enviar um comentário