domingo, 17 de julho de 2016

História da Menina Perdida

Autor: Elena Ferrante
Edição: 2016/ maio
Páginas: 432
ISBN: 9789896415815
Editora: Relógio D'Água

Sinopse: 
Deixando o marido em Florença, Elena volta a Nápoles para viver com Nino Sarratore, esperando que este se separe da mulher. É agora uma escritora reconhecida e procura escapar ao ambiente conflituoso do bairro onde cresceu e a sua família continua a viver. Evita encontrar Lila. Mas as duas amigas de infância não conseguem manter-se distantes e acabam mesmo por engravidar ao mesmo tempo, o que lhes permite reencontrar, por algum tempo, a passada cumplicidade.

A minha opinião: 
Finalmente li o ultimo volume da tetralogia A Amiga Genial, de Elena Ferrante. 

Ao contrario de outras opiniões considero a narrativa limpa e honesta de Elena Greco exigente pela complexidade de sentimentos que a amizade com Lila tem, bem como os restantes relacionamentos com contornos políticos deste bairro napolitano, para que me permita ler ininterruptamente.  

As personagens permanecem connosco, ou melhor, o desassossego que nos causam não nos deixa esquece-las, mesmo que façam interregnos como os meus. Como se fizéssemos parte da trama. 

Quem escreve com o pseudónimo Elena Ferrante parece ter se inspirado em factos vividos para criar uma historia ficcional muito genuína e sentida, que gradualmente nos conquista mas incomoda porque muitas são as situações angustiantes e dolorosas no bairro miserável, violento e decadente onde cresceram e do qual Elena se procurou libertar mas ao que regressou numa fase da sua vida aqui retratada. A história da Menina Perdida encerra um ciclo de alguma proximidade e consenso entre as duas amigas novamente mães. A ligação das crianças e as suas diferenças deixa Elena insegura mas o pior estava para vir. E tantas outras experiências quotidianas e tantas emoções nesta narrativa rica e dinâmica. 

Para ler e mais tarde reler, porque muitos são os aspectos e pormenores que importa reter nesta bem contada história.

Sem comentários:

Enviar um comentário