sábado, 12 de outubro de 2013

Amor Proibido

Autor: Santa Montefiore
Edição: 2013, julho
Páginas: 344
ISBN: 9789724249186
Editora: Círculo de Leitores

Sinopse:
Quando é que a atração se transforma em tentação? Quando é que a tentação se transforma em compulsão?
Com um casamento feliz, dois filhos pequenos e um círculo de amigas dedicadas, Angelica sabe que deve estar grata. Mas depois conhece um carismático sul-africano que a seduz e a faz sentir-se bela. O que começa por ser uma amizade a grande distância evolui para algo mais profundo e em breve ela espera ansiosamente pelos seus mails.

Das glamorosas ruas de Londres para os luxuriantes vinhedos da África do Sul, Angelica persegue um sonho que põe em risco tudo o que estima. Contudo, o sonho é maculado e um momento de violência selvática junta-se a Jack para logo os separar. Com a vida reduzida à sua mais pura essência, Angelica descobre que o que o destino rouba com uma mão dá com a outra...

A minha opinião:
Nunca antes li  nada de Santa Montefíore. Apesar disso, tenho alguns outros livros dela nas minhas estantes, (bem como de outros autores) que me pareceram promissores, mas aos quais ainda não consegui chegar. E agora percebo o que perdi e o porquê de ser uma reconhecida autora para quem aprecia romances com carisma e atualidade.

Este romance inicialmente recordou-me as quatro amigas de O Sexo e a Cidade, que neste caso são cinco. A personagem principal é Angelica, que dedica o seu tempo ao cuidado dos filhos, aos seus livros como escritora de livros infantis e ao convívio com quatro amigas - Letícia, Scarlet, Kate e Candace com quem se encontra regularmente. Parece fútil mas as esposas de "novos ricos"/ bem sucedidos homens de negócios são assim - privilegiadas! Movem-se num mundo que idealizamos, com disponibilidade para satisfazer caprichos, em que marcas elitistas de estilistas estão ao seu alcance - naturalmente, e ainda assim tem conflitos emocionais e afetivos como todas. Este pequeno grupo reside em Londres e está a entrar na faixa dos quarenta, com maridos, e filhos menores. 

Num jantar social, uma poderosa atração e empatia surge entre Angelica e Jack, reforçada quando se conhecem melhor e descobrem que partilham afinidades filosóficas e existenciais. Um amor proibido separado pela distância.

O enredo é simples mas plausível e consistente, contado com suavidade e segurança de quem sabe o que faz para prender e encantar o leitor que quer acompanhar o desenvolvimento e desfecho deste grupo de personagens. Foi fácil transportar-me nas asas do sonho e da fantasia para lugares fascinantes na companhia das personagens que consigo vislumbrar através das palavras.

Um romance maravilhoso que apesar da letra miudinha não me consegui apartar enquanto não conclui.

Sem comentários:

Enviar um comentário