terça-feira, 14 de janeiro de 2014

A Lista dos Meus Desejos

Autor: Grégoire Delacourt
Edição: 2013, outubro
Páginas: 192
ISBN: 9789896721985
Editora: Suma de Letras

Sinopse:
Uma história tocante sobre a felicidade das coisas simples da vida.
O meu nome é Jocelyne. Quando era jovem, sonhava trabalhar no mundo da moda em Paris e conhecer um Príncipe Encantado. Mas a vida foi passando e, afinal, tenho uma retrosaria, o meu marido pouco ou nada me liga e os meus filhos já deixaram o ninho.
Mas a sorte mudou e, agora, posso ter tudo o que sempre desejei.

A lista dos meus desejos:
Ir de férias sozinha com o Jo
Cortar o cabelo
Mudar a decoração da sala
Comer foie gras com pão de especiarias
Passar uma semana em Londres com a Nadine
Fazer um tratamento num SPA
Comer melhor
Que me digam que sou linda
Estes são apenas alguns dos meus desejos. No fim de contas, agora posso ter tudo o que sempre desejei.
Mas começo a duvidar se, agora que posso ter tudo, não terei mais a perder do que a ganhar… O que quero é ser feliz.
Uma história luminosa, comovente e divertida que já inspirou mais de meio milhão de leitores em todo o mundo a procurar a verdadeira felicidade.

A minha opinião:
Não concordo com a última frase que surge na sinopse. Não é uma história luminosa ... e divertida. Tocante e profundamente humana, esta história leva-nos a refletir sobre os sonhos e desejos que nos fazem prosseguir contra todas as expetativas, bem como o que é realmente importante e o que se pode realizar quando se ganha um avultado prémio num súbito golpe de sorte. Uma conversa tão banal que faz parte do quotiano das pessoas e ainda assim tem consequências devastadoras na vida de tão afortunadas pessoas que podem, ou não, encontrar a felicidade. Afinal, quantas vezes percebemos que apesar de invejadas e poderosas se sentem solitárias e desprotegidas e sem saber como obter o que realmente desejam.

Jo, uma mulher generosa e afetuosa que partilha num blogue (dezdedosdeouro) o seu sentir entre linhas, tecidos e fitas consegue sem deslumbres um considerável número de admiradoras, que a consideram como amiga e ainda assim cala os seus reais sentimentos, ressentimentos e perdas.

Uma pequeno bonito livro numa linguagem crua/ desencantada, realista talvez, se lê em poucas horas mas não sem algum estremecimento pelo muito que se vai revelando numa escrita fluída. Gostaria que o epílogo fosse mais desenvolvido mas como toda a narrativa é credível e simplicísta.
Um livro a reter. 

Sem comentários:

Enviar um comentário