quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

A Sereia de Brighton


 
Autor: Dorothy Koomson
Edição: 2018/ agosto
Páginas: 512
ISBN: 978-972-0-03115-0
Tradutor: T
Editora: Porto Editora

Sinopse:
Praia de Brighton, 1993

As adolescentes Nell e Jude descobrem o corpo de uma jovem na praia e, quando ninguém o reclama, a vítima passa a ser conhecida como A Sereia de Brighton. Três semanas mais tarde, Jude desaparece e Nell, ainda chocada com os acontecimentos na praia, fica completamente desamparada.

Passados 25 anos, Nell vive atormentada pelo passado, abandonando o emprego para descobrir a verdadeira identidade da jovem assassinada – e o que aconteceu à amiga naquele verão inesquecível.

Quanto mais perto fica da verdade, maior é o perigo. Alguém parece estar a seguir cada passo de Nell, que já não sabe em quem confiar.

Da autora bestseller de a filha da minha melhor amiga, chega-nos uma intrigante história sobre irmãs, segredos e crime.

A minha opinião:
O mistério da Sereia de Brighton durou vinte e cinco. 
Duas adolescentes encontraram o corpo e enquanto uma desapareceu logo de seguida, a outra viu a sua familia ser atormentada e traumatizada pela perseguição policial.

Alternando passado e presente vamos desvendando os contornos deste crime que, Nell procura resolver pelo ADN. A narrativa é partilhada entre Nell e a irmã Macy, também ela com sequelas, como transtorno obsessivo compulsivo. Nell é uma personagem forte com uma missão. Os homens da vida das duas irmãs são... questionáveis. 

Racismo, violência policial, maus tratos infantis são os temas de fundo deste recente romance de Dorothy Koomson, que ficou muito áquem das minhas expectativas. Longo, muito longo, não desenvolvia como eu gostaria, apesar dos capítulos curtos, que ajudam um pouco.

Enfim... não gostei muito.

Sem comentários:

Enviar um comentário