sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

O Farol no Fim do Mundo

Autor: Jean E. Pendziwol
Edição: 2018/ maio
Páginas: 304
ISBN: 9789898917010
Editora: TopSeller

Sinopse:
Uma ilha bela e perigosa.
Um segredo escondido dos olhos do mundo.

Um barco naufraga nas turbulentas águas do Lago Superior, no Canadá. Entre os seus destroços são encontrados os diários do antigo faroleiro da remota e selvagem ilha de Porphyry, assim como a verdadeira história das suas filhas gémeas: Elizabeth e Emily.

Há décadas que Elizabeth, agora cega e a viver num lar de idosos, procura a chave para o seu passado. Contudo, sem poder confiar nos seus olhos para ler as páginas gastas dos diários, ela pede ajuda a Morgan, uma adolescente que cumpre serviço comunitário no lar.

Página a página, uma amizade improvável floresce, e enquanto Morgan lê, Elizabeth viaja até à sua infância, à ilha isolada e à memória da sua enigmática irmã gémea. Até que as coincidências nas histórias de vida de Elizabeth e Morgan lhes mostram que os seus destinos estão ligados à ilha de uma maneira que nunca imaginaram.

Um mistério por desvendar redescoberto num diário perdido.
Um assombroso romance sobre a forte e estranha ligação entre duas irmãs gémeas e o farol da ilha da sua juventude.

A minha opinião:
Não podia acabar o Ano senão com um romance avassalador. Belíssimo. Uma história intensa, elegante e envolvente sobre uma familia de faroleiros vista em retrospectiva de décadas com o auxilio de diários que reconciliam uma idosa com o seu passado. 

E Morgan, jovem, punida, esconde o seu medo e a sua solidão atrás da raiva, e numa tentativa desesperada de se encaixar faz escolher estúpidas e interpreta mal o que é o amor. Juntas vão contar esta história e desvendar mistérios e revelar segredos nunca antes revelados.

Emily, enigmática e fascinante. É uma personagem sem voz mas com corpo, em que se questiona - Será necessário ter uma alma torturada para capturar a beleza?

E por fim, as descrições da ilha de Porphyry com a sua alma e flora, bem como o Lago Superior, temperamental, vasto, magnifico e imprevisível, que nos transporta para aquele mundo e nos faz sentir como se pudéssemos tocar a neve, ver as estrelas e ouvir o rebentar das ondas, bem como sofrer com as gêmeas em fuga. 

Um romance épico a não perder.

Sem comentários:

Enviar um comentário