sábado, 8 de outubro de 2011

De que são feitos os sonhos

Autor:  Melissa Senate
Edição: 2011, Junho
Páginas: 324
ISBN: 9789899711648
Editora: Noites Brancas (uma chancela Clube do Autor)

Sinopse:
Depois da morte da avó, Holly assume a direcção da sua Escola de Cozinha. As aulas, marcadas por receitas especiais que incluem desejos e memórias na lista de ingredientes, vão mudar a vida de Holly e a dos alunos. Em conjunto, eles vão perceber que podem criar as suas próprias receitas para a felicidade.
Quando Holly Maguire herda a «Camilla’s Cucinotta», a escola de cozinha italiana da avó, dezasseis alunos inscritos no curso de culinária desistem. Afinal, Holly não é Camilla, conhecida por ser a «deusa do amor», cujos molhos secretos possuem propriedades afrodisíacas e cujas adivinhações têm o poder de mudar a vida dos seus alunos. Holly é uma mulher de trinta e dois anos, desencantada com a vida, que nem sequer sabe cozinhar. Mas depois da morte da avó, decide manter vivo o seu legado. Armada do caderno de receitas de Camilla, Holly acolhe os novos alunos: Mia, uma menina desesperada por aprender a cozinhar para impedir o pai de casar com a namorada imbecil; Juliet que chora a filha perdida; Simon, que se esforça por ser um pai presente para a filha depois do divórcio; e Tamara, que anseia pelo verdadeiro amor. Todas as receitas de Camilla incluem desejos e memórias, tristes ou doces. Misturando desejos ardentes e memórias agridoces com molhos apetitosos e deliciosos pratos italianos, Holly e os seus alunos acabam por criar as suas próprias receitas para a felicidade e descobrir que, afinal, o futuro pode ser bem doce…

A minha opinião:
Que delicia!!!

No Verão, em férias, vi este livro e pensei "Mais um livro que mistura a fantástica comida italiana com relacionamentos e sentimentos". Não me enganei. Apesar de não ser original, a estória simples e quase banal, tem um leque de maravilhosas personagens que encantam enquanto exprimem os seus anseios, mágoas e receios na confeccção de pratos que deixam água na boca.

Agradeço a preciosa critica da Fernanda que me ajudou a decidir em lê-lo.

Holly é uma terna e um tanto perdida personagem que retoma ao Maine depois de mais um desgosto de amor. Com a morte da avó que sempre a amparou e acarinhou, vê-se na contigência de assumir o negócio que ela com o seu dom assegurou contra todas as adversidades e ressentimentos. Insegura, Holly e os seus apenas 3 alunos e Mia - uma criança inteligente e sensivel, cozinham em conjunto todos os ingredientes que incluem desejos e memórias. Na cumplicidade e partilha, constroem uma maravilhosa amizade e encontram o amor.

Não conhecia esta autora mas vou estar atenta aos próximos romances. Sabe contar e escrever bem. Uma estória ritmada e fluida que envolve e conforta com tão apetitosa e apelativa comida. Um prazer de ler.

Sem comentários:

Enviar um comentário