terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Ricochete

AutorSandra Brown
Edição: 2011, Setembro
Páginas: 466
ISBN9789898228642
Editora: Quinta Essência

Sinopse:
Quando o detetive Duncan Hatcher é chamado à mansão do juiz Cato Laird para investigar uma morte, compreende que a discrição é a chave para manter o seu emprego. Elise, a mulher-troféu do juiz, afirma ter matado a tiro um gatuno em legítima defesa, mas Duncan tem quase a certeza de que ela mente. A investigação que faz ao passado pouco suspeito de Elise convence-o de que ela é mentirosa, manipuladora e, mais do que provavelmente, uma assassina.
Mas quando Elise desaparece…
Sem saber em quem acreditar, Duncan vê-se envolvido na investigação de um homicídio que desafia a sua lógica, o seu infalível instinto e a sua inabalável integridade. Não confia em ninguém, exceto na palavra do criminoso que prometeu eliminá-lo.
E confia ainda menos na mulher que mais deseja.

A minha opinião:
Foi o primeiro livro de Sandra Brown que li. Fui possivelmente influenciada por boas criticas e alguma curiosidade.

No ínicio pareceu-me semelhante aos policiais de James Patterson com personagens carismáticas e uma trama com algumas reviravoltas surpreendentes no decorrer da investigação. Contudo, fui mudando de opinião porque o determinado detective Duncan utilizava uma linguagem um tanto rude e até ordinária quando interrogava a bela Elise, e não me recordo de tal no que li de Patterson.
Neste ponto da estória, achei um tanto rebuscado ou cliché, a poderosa atracção do detective Duncan por Elise. A sua parceira Dee-Dee era o "seu grilo falante" que exprimia o que ele reprimia.

Um romance bem construido, com todos os elementos para nos prender à leitura. Peca por me parecer um tanto extenso ao explorar determinadas situações ou por demasiados diálogos que pouco acrescentam, mas ainda assim é um livro que li avidamente.

Recomendo.

1 comentário:

  1. Tenho os 4 livros editados em português para ler...Haja tempo!

    ResponderEliminar