domingo, 7 de julho de 2013

O Inimigo Invisível

Autor: Rute Pinheiro Coelho
Edição: 2013, maio

Páginas: 280
ISBN: 9789898461605
Editora: Matéria Prima

Sinopse:
Margarida Vaz Mendonça descobre que o primeiro-ministro foi escolhido e preparado para o cargo pela Maçonaria. Confrontada com um relato detalhado sobre os bastidores dos partidos e da vida politica portuguesa, a jornalista tem acesso a informações que põem em causa a democracia.

O poder escondido da irmandade, a forma como actua nos meios de comunicação social e as ligações que fomenta entre Portugal e Angola, a América Latina e Timor-Leste tornam-se claras aos seus olhos. Numa vertigem de receios e sentimentos contraditórios, a jornalista decide partilhar com o mundo todos os segredos que lhe foram revelados… Mas a tarefa torna-se complicada. A teia do poder da Maçonaria é demasiado complexa. E atingir um inimigo invisível passa a ser mais difícil do que nunca.
Neste livro, o leitor é levado a entrar no perigoso mundo de influências que dominam grande parte das decisões políticas do país. Um jogo de máscaras e sombras que apenas a coragem poderá destruir.

UMA FICÇÃO REVELADORA BASEADA EM FACTOS REAIS.
ATÉ ONDE A FICÇÃO ULTRAPASSA A REALIDADE? DESCUBRA AS SEMELHANÇAS E AS DIFERENÇAS…

A minha opinião:
Estava curiosa em ler este romance. Afinal há muito tempo que sabemos coisas que esta ficção tão bem espelha e facilmente atribuímos rostos aos titulares de cargos políticos, económicos e jornalísticos desta narrativa tão bem conseguida. Mas a autora apenas queria contar uma estória sobre os interesses económicos e a ganancia que subverteu os valores e princípios da Maçonaria numa construção assumidamente ficcional. Contudo, com base em dados reais que expôs no fim do livro e que são de acesso público.

Um romance actual. Aborda temas muito recentes e pragmáticos. Como o clube de Bilderberg, entre tantos outros. Mas o melhor é mesmo experienciar esta leitura e tirar as suas próprias ilações. Eu deixei-me ir e não fiquei nada surpreendida com o desfecho. Uma romance que se lê em poucas horas, tal o nível de interesse que nos suscita ou o modo como está escrito, quase todo ele assente em diálogos.

Mais uma vez fui agradavelmente presenteada com uma boa narrativa, consistente e sólida, bem entrosada e
ritmada que recomendo sem reservas. De uma autora portuguesa. 

Um prazer de ler!

Sem comentários:

Enviar um comentário