domingo, 20 de abril de 2014

Primeiro Amor

Autor: James Patterson e Emily Raymond
Edição: 2014/ janeiro
Páginas: 288
ISBN: 9789898626295
Editora: TopSeller

Sinopse:
Baseado em acontecimentos reais da vida de James Patterson.
Axi Moore era uma aluna aplicada. Mas não gostava de dar nas vistas e não contava a ninguém que o que realmente desejava era fugir de tudo. A única pessoa no mundo em quem confiava era Robinson, o seu melhor amigo, por quem estava secretamente apaixonada.
Quando finalmente decide seguir os seus impulsos e quebrar as regras, Axi convida Robinson para a acompanhar na sua longa viagem. Uma jornada intempestiva, marcada pela paixão oculta e pelo desejo de descobrir o mundo. Mas o que no início era apenas uma aventura livre e despreocupada em breve vai tomar um rumo perigoso e incontrolável.
Envolvidos numa sucessão de acontecimentos violentos e dramáticos, os protagonistas são colocados à prova das mais variadas formas. Poderá a primeira grande paixão das suas vidas sobreviver a tudo, até que a morte os separe?
Um romance notável e extraordinariamente comovente, inspirado no próprio passado de James Patterson. Um testemunho impressionante sobre a força do primeiro amor e as suas consequências para o resto das nossas vidas.

A minha opinião:
James Patterson conquistou-me uma vez mais com esta estória simples e emotiva, dividida em duas partes. A primeira parte conta-nos a aventura de dois jovens normais num mundo de liberdade, beleza e irresponsabilidade maravilhosa e terrível, enquanto a segunda parte é mais triste e sombria, porque nos confronta com uma tremenda verdade. Apesar de planearem a fuga, há coisas das quais não se pode fugir. Por outro lado, foi por ignorarem a verdade que chegaram tão longe e essa é a lição que este romance nos dá que merece ser recordada. Não é original mas é sempre bom insistir. Não ficar parados a lamentar-se e assumir o controlo, porque uma pessoa pode estar morta muito antes de morrer realmente.

Axi Moore, a Menina Certinha que é personagem e narrador desta estória, conta-nos sobre o amor de duas almas gémeas, o seu primeiro amor num estilo leve, fluído e coloquial, próprio de uma adolescente. 

Pessoalmente, apesar de encontrar algumas semelhanças na segunda parte deste romance com o romance "A culpa é das estrelas" de John Green, este foi o meu preferido. 

Terno e comovente, é sem dúvida, um leitura que recomendo.

Sem comentários:

Enviar um comentário