quinta-feira, 19 de junho de 2014

O Bibliotecário

Autor:  A.M. Dean
Edição: 2014/ março
Páginas: 404
ISBN: 9789897241246
Editora: Clube do Autor

Sinopse:
O Bibliotecário é um romance rico e aliciante, baseado numa pesquisa histórica profunda. A história envolve um dos tesouros da Antiguidade e passa-se numa série de cenários exóticos e marcados pelo mistério, mantendo o suspense até ao último momento.
Uma professora universitária, especialista em história das religiões, sonha com uma vida de aventuras, desconhecendo que o seu desejo está prestes a concretizar-se.

Arno Holmstrand, um reputado académico, deixa um conjunto de pistas à jovem professora momentos antes de ser assassinado. Emily inicia então uma busca tão inesperada quanto perigosa: a localização da biblioteca perdida de Alexandria. Durante sete séculos, o edifício guardou o maior património cultural e científico da Antiguidade. O mundo julga esse tesouro perdido para todo o sempre, mas as evidências levam Emily a questionar a história.
Decifrando as sucessivas pistas deixadas pelo misterioso guardião, Emily lança-se numa corrida contra o tempo para impedir que o paradeiro da biblioteca e a sua preciosa sabedoria caia nas mãos erradas.

A minha opinião:
"A Idade das Trevas pode pertencer ao passado (...) mas as mais obscuras estarão ainda por vir , e chegarão no momento em que ficarmos privados do passado." (pag. 220)

Uma lição de História partindo do desaparecimento da grande Biblioteca Real da Alexandria, um dos grandes mistérios da Antiguidade. Conjugando factos reais com fição, o autor criou uma complexa teia de mistério e suspense, onde toda a ação se passa entre Londres, Alexandria e Istambul.

A informação em si mesma não é perigosa, o que é perigoso é o que fazemos com ela. Por essa razão, o chefe dos Bibliotecários, o Guardião da Biblioteca, tomou a decisão de transferir o imenso espólio que incluía literatura, conhecimentos sobre Estados e governos, bem como avanços científicos e investigação tecnológica para a clandestinidade e formou a Sociedade no início do VII. A organização dos Bibliotecários de Alexandria não era uma simples rede de indivíduos a guardar uma colecção de saber e conhecimento, mas uma das mais antigas e maiores operações de espionagem da história, com um poderoso inimigo na figura do Secretário do Conselho, outra milenar e bem organizada rede de indivíduos que planeiam um terrível golpe sobre o presidente dos Estados Unidos da América.

Uma perseguição implacável à arguta doutora Emily, que espantosamente consegue recursos e energia para prosseguir nesta demanda. Num bom ritmo, esta narrativa empolga mas não convence. Não deixa de ser uma história interessante e envolvente mas fica a faltar algo que lhe dê sustentabilidade na atuação da heroína e dos vilões.  Romance histórico ao estilo de Dan Brown.  

Sem comentários:

Enviar um comentário