sábado, 12 de janeiro de 2013

Fragmento

"Baloiço Desesperadamente Só Precisa de Casa Acolhedora 

Um baloiço bastante desgastado mas seguro em termos de estrutura, procura uma nova casa. Construa memórias com o seu filho ou filhos, para que um dia, ele ou ela ou eles olhem para o jardim das traseiras e sintam a dor do sentimentalismo de modo tão desesperado como eu senti estar tarde.

Tudo é frágil e fugaz, caro leitor, mas, com este baloiço, o(s) seu(s) filho(s) serão apresentados  aos pós e contras da vida humana de uma maneira calma e segura, e poderão também aprender a lição mais importante de todas: Por mais impulso que se dê, por mais alto que se chegue, não se consegue dar a volta completa."
(pag. 105)
(Este excerto em forma de anúncio  deve ser    muito divulgado  na Net. Ainda assim não resisti a partilhá-lo também, pela sabedoria e beleza que encerra nestas poucas palavras.)

Sem comentários:

Enviar um comentário