domingo, 6 de janeiro de 2013

Um Casamento no Natal

                                            
                                              


Autor: James Patterson e Richard DiLallo
Edição: 2012, Outubro
Páginas: 192
ISBN: 978-972-23-4897-3
Editora: Presença
 
Sinopse:
Está tudo a postos para se festejar o Natal, mas este ano o maior motivo de celebração é o casamento de Gaby Summerhill. Desde que o marido morreu três anos antes, os seus quatro filhos seguiram rumos diferentes, consumidos pelos problemas das suas vidas. Mas quando Gaby anuncia que se vai casar – e que a identidade do noivo permanecerá secreta até ao dia do casamento – talvez assim consiga ter finalmente a família reunida. A partir de personagens envolventes e um enredo emotivo, Um Casamento no Natal lança um olhar luminoso sobre as relações familiares e a magia da época natalícia.
Uma noiva, três propostas de casamento... Quem será o escolhido?

A minha opinião:
Nesta época festiva que hoje finda, apeteceu-me muito ler um romance que estava imbuído do verdadeiro espírito de Natal: amor, respeito, solidariedade e fraternidade.
E sempre James Patterson que, garantidamente nos proporciona uma leitura envolvente,  arrebatadora e muito divertida. Algum suspense, mas distinto do que carateriza os policiais... sonhador.

"O tempo voa. (...) Se vocês não lerem - tanto com o coração como com o cérebro - serão um adulto estúpido. Pior ainda, perderão uma das melhores experiências que poderão ter. Não encontrarão, em parte alguma,  pessoas mais interessantes do que nos livros. Eu já conheci montes de pessoas, e já li montes de livros, e isto é a verdade pura.
(...)
Sabem, uma das melhores coisas acerca da leitura é termos sempre alguma coisa em que pensar quando não estamos a ler."
(pag.90)
Este excerto sintetiza tudo. Percpecionamos o encantamento que todas as personagens nesta fantasia de Natal exercem sobre o leitor. A generosa Gaby que com a sua bondade simples acrescentava força e sabedoria a tudo o que dizia e assim aglutinava todos em seu circulo com afeto. Os filhos e principalmente os três pretendentes, que mantinham entre si uma sólida amizade apesar de "lutarem" pelo amor de Gaby. Qualquer um deles, faria a felicidade de qualquer Gaby, em qualquer lugar e tempo e ficamos assim em suspense sonhador até, sabermos qual dos três será o noivo de Gaby.
 
Em pequenos capítulos "conhecemos" os quatro filhos, genros, nora e netos de Gaby e entrevemos um tanto das suas vidas com todas as dificuldades e alegrias. Personagens que nos dão que pensar quando não estamos a ler.

Um prazer de ler!

3 comentários:

  1. Eu também coloquei essa citação na minha opinião ;) muito bonita, sem dúvida! Um livro que entretém!

    ResponderEliminar
  2. Bonita e verdadeira porque de que serve compreender sem sentir o que se lê.

    ResponderEliminar
  3. Olá Vera
    Este livro ainda não li mas já está na lista de espera dos próximos a serem lidos, espero gostar tanto como tu.
    Boas leituras;)

    ResponderEliminar