segunda-feira, 5 de maio de 2014

O Amor é uma Canoa

Autor: Ben Schrank
Edição: 2013/ setembro
Páginas: 384
ISBN: 9789892324098
Editora: ASA

Sinopse:
Um livro sobre livros, escritores e os seus atormentados editores
Stella Petrovic é uma ambiciosa editora a braços com uma missão quase impossível: colocar um livro nas listas de bestsellers mais concorridas dos Estados Unidos. Mas não se trata de um livro qualquer e sim do manual de autoajuda O Casamento é uma Canoa, que foi publicado há já cinquenta anos.

Peter Herman é um herói nacional graças a esse mesmo livro, o primeiro e último da sua carreira. Os conselhos sentimentais de O Casamento é uma Canoa inspiraram gerações de americanos. Com um casamento longo e feliz, Peter era a prova da eficácia das suas próprias palavras. Agora, viúvo e sem esperança, duvida de tudo o que escreveu tantos anos antes.
Para Stella, o que está em jogo não suporta dúvidas ou hesitações. A editora está disposta a tudo para convencer o mundo de que O Casamento é, de facto, uma Canoa. E nada melhor do que encontrar um casal em busca de salvação. Emily e Eli estão casados há pouco tempo mas a paixão que os uniu está desgastada pela rotina. São perfeitos para o plano que Stella tem em mente... mas, para isso, ela terá de conseguir o apoio da única pessoa que não acredita no livro: o seu autor.

A minha opinião:
Raramente, tenho uma opinião desfavorável sobre um livro, mas... Parece-me que este foi um projeto mal concretizado por parte do autor, que não lhe conseguiu dar a volta ambicionada. Faltou ritmo e fluidez na narrativa, bem como credibilidade e interação das personagens que desse ação e todo um quadro vivo ao leitor. Deste modo, nem o enredo ou as personagens cativaram. 

Não me suscitou qualquer emoção, nem mesmo o drama de Emily, quando descobre que o seu idílico casamento era uma farsa, uma vez que Eli a traía, o que a levou a participar e a ganhar um concurso sobre com o autor do livro de autoajuda "O amor é uma canoa". 

Foi mesmo muito complicado não interromper e desistir de o ler. 

Sem comentários:

Enviar um comentário