sábado, 11 de outubro de 2014

Para Sempre

Autor: Judith McNaught
Edição: 2014/ setembro
Páginas: 448
ISBN: 9789892328317
Editora: ASA

Sinopse: 
A vida muda num segundo.
Victoria Seaton cruzou um oceano. Para trás, deixou tudo o que amava. A sua cidade, Nova Iorque. Andrew, o homem dos seus sonhos. E a casa onde nasceu, agora tristemente vazia após a morte súbita dos pais. 
Órfã e desamparada, Victoria não tem outra solução que não rumar ao desconhecido. A Inglaterra, um país que nunca visitou. Aos aristocráticos Fielding, uma família que nunca viu e à qual pertence apenas no papel. A uma herança que não sabia existir.

O seu único conforto é a sua irmã Dorothy, a quem protege fingindo ser a mulher corajosa que, intimamente, teme não ser. A alta sociedade britânica rapidamente a põe à prova com as suas regras rígidas, tão diferentes dos modos calorosos e simples do seu país natal. Igualmente impenetráveis são as reacções da família. Quando conhece a avó - a duquesa de Claremont - Victoria não percebe o porquê do seu olhar venenoso e a sua obstinação em acolher apenas Dorothy. As irmãs acabam por ser separadas e Victoria fica à mercê do jovem lorde Jason Fielding, seu primo afastado. Jason é um homem frio, sensual e implacável. Nos salões da moda, é o alvo de todas as atenções, a chama que atrai homens e mulheres, o "felino selvagem entre gatinhos domésticos". Ele permanece um mistério aos olhos de Victoria, que recusa submeter-se às suas ordens ríspidas. Por seu lado, Jason não sabe como reagir ao temperamento explosivo da jovem americana. A relação de ambos é tão excitante quanto impossível. Sobre ela paira - negra e omnipresente - a sombra do passado com os seus mistérios, segredos e crimes…

A minha opinião: 
Um romance clássico, de fácil leitura, apesar das quase quatrocentos e quarenta páginas de história. 

Uma das características da maioria dos romances de época que li, e que os torna muito semelhantes entre si, mas também adequados para determinados momentos em que se pretende relaxar e vaguear sem pensar, é possuírem um enredo focado em personagens fascinantes e carismáticas, privilegiadas, envolvidas numa paixão com muitos capítulos, que tem um derradeiro final feliz, contada por uma maga da escrita. As personagens secundárias tem o papel assegurado como vilãs ou gentis cavalheiros ou perfeitas damas. 
Um regresso ao passado, na trama e por vezes na vivência da leitora (como é o meu caso), que mergulho num tempo de inocência e devaneio com um romance de encantar. 

Escrita fluída e ritmada, que arrebata as mais românticas e sonhadoras, com a história da pobre, desamparada, corajosa, hábil e lindíssima jovem que vai apaixonar-se pelo viril, belo e temido protector, "sobrinho" do primo que a acolhe quando órfã. Muitas peripécias e muitos confrontos. Jason é um homem marcado por um passado sofrido que o levou ao sucesso e à fortuna, mas relutante em ceder ao amor.

Um livro que nos dá exatamente o que esperamos.

Sem comentários:

Enviar um comentário