quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Autor: Chloé Esposito
Edição: 2019/ feveriro
Páginas: 320
ISBN: 9789722535380
Tradutor: Fernanda Oliveira
Editora: Bertrand

Sinopse:
Alvie Knightly até pode acordar no Ritz, mas a sua vida não é um mar de rosas.
Para começar, tem a maior ressaca de sempre. E depois, a sua gémea mimada, Beth, foi encontrada morta na Sicília, e agora a polícia quer interrogá-la.
E ainda por cima, o namorado sexy de Alvie desapareceu com o dinheiro todo que roubaram a Beth.
Mas ele meteu-se com a miúda errada.

Alvie vai perseguir o seu ex em Roma num jogo de gato e rato em que só um pode sobreviver.
Não há fúria no inferno como a de uma mulher enganada… Mas será que Alvie conseguirá vingança antes de ser apanhada pelos seus crimes?



A minha opinião:
Alvie continua louca. E Má. Uma paródia. Os exageros de Alvie são para rir!
Aviso: esta personagem não é para ser levada a sério.

Para quem não leu o livro anterior, o primeiro capítulo apresentado como Termo de Responsabilidade faz um breve resumo dos principais acontecimentos até à situação em que se encontra. Abandonada, roubada e sedenta de vingança.

Alvie corre atrás do prejuízo que dá pelo nome de Nino. Literalmente. Em Roma. Obcecada, tarada e alcoólatra, faz tudo o que lhe dá na real gana, até mesmo matar, para se defender e proteger. Ou acidentalmente. Tanto faz! Sem filtros ou balizas morais, apenas as sociais constangem os movimentos da livre Alvie, que se faz passar por Beth quando lhe parece conveniente.

De quando em quando, surgem flashes do passado em que a inveja pela gêmea e a ausência da figura paterna se fazem sentir. A mãe é a progenitora certa neste delirante thriller, que se lê num ápice e que certamente fará as delicias de uns e a repulsa de outros. 

Sem comentários:

Enviar um comentário