quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Os Anos Doces

 Autor: Hiromi Kawakami
Edição: 2012/ fevereiro
Páginas: 176
ISBN: 9789896412715
Tradutor: Renata Correia Botelho
Editora: Relógio D'Água

Sinopse:
Omachi Tsukiko encontra uma tarde, por acaso, o seu antigo professor de Japonês num izakaya onde por vezes vai no regresso do trabalho. No decurso dos vários encontros que se sucedem, vai estabelecer-se entre eles, de modo quase impercetível, uma ligação difícil de definir, até dada a enorme diferença de idades. Juntos vão apanhar cogumelos, visitar um mercado, participar numa festa de cerejeiras em flor. São acontecimentos prosaicos, mas que, de modo subtil, vão tecendo um véu que parece capaz de dissipar-se a qualquer momento. O estilo de Kawakami capta a delicadeza da vida no exato momento em que ela parece dissolver-se. Os Anos Doces recebeu o PrémioTanizaki em 2001.

A minha opinião:
Uma história sobre uma relação difiícl de definir entre um velhote que tinha sido professor de liceu e a antiga aluna. Casual, uma vez que se encontravam sempre por acaso. Sem anúncios prévios nem combinações. Ambos tinham um longo hábito de estarem sós. Juntos, desfrutavam de pequenos prazeres.

Um romance suave e doce. A narrativa flui sem grandes rasgos mas não me aborreceu nem um pouco. Como se deixasse a mente divergir enquanto observava a vida de um estranho par em harmonia. Sem expectativas, deixei-me levar e gostei.

Sem comentários:

Enviar um comentário