segunda-feira, 21 de maio de 2012

Regresso a Itália


Autor: Elizabeth Adler
Edição: 2012, 
Páginas: 348                                            
ISBN:  9789898228765
Editora: Quinta Essência

Sinopse:
O marido de Lamour Harrington morreu há dois anos. Desde então, Lamour deixou-se absorver pelo seu trabalho de arquiteta paisagista, mas nem sequer a criação de belas «salas» exteriores consegue devolver-lhe a paz interior. Quando é confrontada com uma horrível verdade sobre o marido que adorava, Lamour percebe que precisa de um lugar onde se reconciliar com a vida. Regressa à casa na costa amalfitana onde viveu com o pai durante os anos mais felizes da sua infância.
Mas a casa das suas recordações contém os seus próprios segredos e obriga-a a enfrentar novas verdades sobre outro homem que amou em pequena. A morte do pai foi mesmo acidental? Ou esconderia alguma coisa que precipitou o seu desaparecimento precoce?
Dividida entre dois homens misteriosos e irresistíveis, Lamour descobre que o passado tem formas de reaparecer quando menos se espera. E alguém quer assegurar-se que Lamour não revela os segredos daquele refúgio idílico e de sonho. Quando o passado e o presente colidem num clímax demolidor e cheio de suspense, Lamour deve encarar o que mais teme, para encontrar a coragem de viver a vida na sua plenitude.
Regresso a Itália é um romance fascinante, que nos excita os sentidos e se lê de um fôlego.

A minha opinião:
Regresso a Itália é um romance despretensioso, que muitos consideram light, leve, suave e encantador.
Eu opto por ler romances assim e quebrar um ritmo de leitura mais intenso e dramático, mais exigente porque implica concentração e envolvimento com sensações e emoções dificeis de processar. Elizabeth Adler é um leitura segura de romance, glamour, fantasia e beleza, com descrições de paisagens luxuriantes que muito provávelmente, apenas iremos abarcar através de imagens, livros e sonhos.
Descreve tão bem paisagens e espaços únicos que nos transporta para esse imaginário mágico como personagens dos seus romances.

Este romance não tem um enredo muito complexo e original, porque se trata inicialmente de um triângulo amoroso entre pai e filho, quando Lamour retoma a Itália para recuperar a sensação de bem estar e felicidade perdida.
Contudo, um mistério adensa-se com o enigma da misteriosa morte do pai de Lamour, Jon-Boy.

Personagens cativantes que de tão maravilhosas fazem deste romance um deleite e um perfeito escape para um cenário prodigioso e história de encanto.

1 comentário:

  1. Tenho de ler este livro!gosto mt do teu blog..
    quando puderes :http://palavrassoltas-carol.blogspot.pt/

    ResponderEliminar