terça-feira, 29 de maio de 2012

Nas Asas do Amor

Autor: Sarah Sundin
Edição: 2012, Fevereiro
Páginas: 456
ISBN: 9789898228741
Editora: Quinta Essência
 
Sinopse:
Allie nunca foi suficientemente bonita para agradar à sua deslumbrante mãe, por isso fará qualquer coisa para ter a sua aprovação: até casar com um homem que não ama. Enquanto Allie quase se resigna ao seu destino, o tenente Walter Novak - destemido na cabina de pilotagem, mas sem jeito para as mulheres - vai a casa na sua última licença antes de ser enviado para a Europa, combater pela Royal Air Force durante a Segunda Guerra Mundial.
Walt e Allie conhecem-se e o seu amor pela música junta-os, fazendo-os começar uma correspondência que mudará as suas vidas. Enquanto as cartas vão e vêm entre a base de bombardeiros de Walt, em Inglaterra, e a mansão de Allie, a amizade que cresce entre os dois une-os. Mas serão eles capazes de resolver os segredos, compromissos e expetativas que os separaram?

Nas Asas do Amor é o primeiro livro da série «Asas de Glória».

A minha opinião:
Terna e delicada história de amor durante a Segunda Guerra Mundial. Sacrificio, coragem e fé.

Um encontro casual, atração mútua, empatia e sintonia dão origem a uma maravilhosa amizade que se desenvolve por cartas regulares e contantes entre o desajeitado e nervoso tenente Walter Novak, mais novo e menos valorizado dos três irmãos Novak, filho do pastor da pequena comunidade de Antioch, e a Allegra Miller, filha única e obediente, de uma familia rica e priveligiada de Riverside, Califórinia durante os terríveis combates de 1942 e 1943.
 
Rápidamente ambos percebem que estão apaixonados e sem o admitirem, vários desencontros e equivocos se dão até que...,  como leitora fiquei irremediávelmente cativa destas personagens tão genuínas como a vida.

Grandes histórias de amor reais aconteceram por correspondência, em condições  tão difíceis que colocavam à prova o sentimento que os unia. Parece que muitas outras belas histórias de amor ficam menores ou menos intensas perante as terriveis provações que a estas eram exigidas.
 
Diálogos divertidos e bem humorados, uma narrativa viva e ritmada sem recurso a demasiadas ou extensas descrições, fazem deste romance uma aprazível e prazeirosa leitura que conforta e acalenta almas sonhadoras e apaixonadas. 
 
As minhas expectativas eram baixas mas fui seduzida pela doçura de Allie e valentia/ liderança do Pregador. Muito mais poderia ser dito sobre este romance mas deixo essa grata descoberta a quem espera encontrar apenas mais um banal romance e é confrontado com os bons momentos que este romance nos proporciona.
Um prazer de ler.

Sem comentários:

Enviar um comentário