quarta-feira, 26 de junho de 2019

A Paciente Silenciosa

A minha opinião:
Cúm caraças! O final deste thriller apanhou-me mesmo de surpresa. Deve ser por isso que toda a gente anda a falar nele. 

A sinopse chamou-me a atenção. O que leva uma mulher a matar o marido, sem que nada indicie maus tratos? Fiquei intrigada. Achei que poderia ser bom. Fiquei atenta e os ecos positivos não tardaram.

Os protagonistas seduzem o leitor, enquanto as personagens secundárias provocam desconforto e desconcerto. O silêncio da danificada Alicia, que no seu diário é uma mulher razoável e realizada, é um mistério que o psicoterapeuta Theo a braços com os seus próprios traumas quer curar.

Escrita fácil e fluída, ritmo pausado em que o leitor é enredado pela narrativa das personagens para desvendar o móbil do crime. Não cheguei lá como é costume. 
Muito bom.

Autor: Alex Michaelides
Páginas: 336
Editora: Presença
ISBN: 9789722363822
Edição: 2019/ maio

Sinopse:
Alicia Berenson é uma pintora britânica, jovem e famosa, que vive numa casa sublime nos arredores de Londres com o marido, Gabriel, um conhecido fotógrafo de moda. A vida de ambos parece perfeita. Mas uma noite, quando ele chega a casa depois de uma sessão fotográfica, Alicia mata -o com cinco tiros. E nunca mais diz uma palavra.

A recusa de Alicia em falar e dar qualquer tipo de explicação sobre a tragédia, transforma-se num mistério que prende a imaginação da opinião pública, e confere a Alicia uma notoriedade sem precedentes. O preço dos seus trabalhos artísticos dispara e ela, a paciente silenciosa, é alvo de um mediatismo implacável. Para evitar isso, é conduzida para uma unidade forense de alta segurança no norte de Londres.

Theo Faber, um psicoterapeuta criminal, espera há muito pela oportunidade de trabalhar com Alicia. A sua determinação em convencê-la a falar e a desvendar as razões misteriosas que motivaram o assassínio do marido leva-o por um caminho tortuoso, numa busca pela verdade que ameaça consumi-lo...

Sem comentários:

Enviar um comentário