quarta-feira, 19 de junho de 2019

A Rapariga Sem Pele

A minha opinião:
Li este livro ao concluir o projecto A Ler Vamos Chamar a Primavera

De início, não me entusiasmou como eu esperava. A escrita seca não fluía, apesar dos acontecimentos e do passado do protagonista, por quem não sentia empatia, sucederem em curtos capítulos. O frio, esse arrepia a pele, com as breves descrições da calota glaciar onde foi encontrado o homem do gelo e onde se deu o crime macabro.

Gronelândia. Nuuk, uma cidade com cerca de dezasseis mil habitantes em que a única coisa que havia à volta eram montanhas, céu ou mar. Fascinante porque é real. A cidade e o clima árctico destacam-se neste enredo tortuoso e severo que ganha ímpeto com a personagem Tupaarnaq. E as revelações do passado daquela pequena comunidade. A maligna estatística oculta. 

A capa é bestial.


Autor: Mads Peder Nordbo
Páginas: 368
Editora: Planeta
ISBN: 9789897771392
Edição: 2019/ maio

Sinopse:
Um policial intenso e perturbador na fascinante Gronelândia. Neve, gelo e neblina revelam terríveis segredos mortais escondidos há muito tempo. Quando um cadáver viquingue mumificado é descoberto numa fenda no gelo, o jornalista Matthew Cave é destacado para cobrir a história.

No dia seguinte, a múmia desapareceu. o corpo do polícia que a guardava jaz no gelo, nu e esfolado, tal como as vítimas de uma horrível série de assassínios que aterrorizaram a remota Nuuk na década de 1970.

Sem comentários:

Enviar um comentário