domingo, 24 de fevereiro de 2013

A Última Duquesa

Autor: Daisy Goodwin
Edição: 2012, Outubro
Páginas: 384
ISBN: 9789896264079
Editora: Esfera dos Livros
  
Sinopse:
Cora Cash, possivelmente a herdeira mais rica da América nos anos 1890, foi criada a acreditar que o dinheiro lhe podia abrir qualquer porta. Bonita, com um guarda-roupa invejável, vive no meio do luxo de uma mansão em Newport. Mas a sua autoritária mãe deseja vê-la casada com um nobre inglês. Pouco interessada nos sentimentos da filha, envia-a para Inglaterra para garantir o tão desejado casamento aristocrático. Cora fica consternada com a receção. As grandes casas que frequenta são geladas e muito desconfortáveis. Sem casa de banho e aquecimento central. Os corredores enchem-se de intrigas, e nas caves, nas alas dos criados, reina a coscuvilhice. Só quando perde o seu coração para o duque de Warehamm, um misterioso homem que quase não conhece, é que Cora percebe que está a jogar um jogo para o qual não está devidamente preparada, que não entende, mas onde a sua felicidade futura pode ser o preço.

A minha opinião:
Não sei se será por me sentir cansada e um tanto tensa, que esta leitura não me agarrou e arrastou-se bem mais do que o esperado. Gosto de romances históricos e descobrir diferenças de conduta e valores no sec. XIX tem o seu quê de fascinante, mas as personagens não as senti como credíveis, e como tal carismáticas. Outro aspeto que me desiludiu foi a opulência que me pareceu absurda dos Cash, quando o objetivo deveria ser realçar os excessos dos muito ricos do Novo Continente, em contraste com a decadência da aristocracia cheia de pergaminhos do Velho Continente.

Não vou alongar-me até porque é raro não apreciar um romance senão na sua totalidade, pelo menos em parte, mas este achei-o extenso, exaustivo em pormenores e assim um tanto maçador. Faço a ressalva sobre o meu estado de espírito que não se coadunou com esta leitura mais pausada e descritiva, mas não achei "brilho" ou "encantamento" nesta narrativa ou sequer nos diálogos. Um retrato de época sem glamour. 

2 comentários:

  1. Olá Vera,

    Já tenho este livro na minha wishlist desde que foi publicado, mas pelo que percebi da tua opinião parece ser só mais um romance histórico, que não acrescenta grande coisa, apesar do enorme potencial ...

    Beijinhos e boas leituras!

    http://acortedoslivros.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Olá Mira,
    Compreendeste bem porque é mesmo isso. Ficou áquem do esperado. Não gostei muito.

    ResponderEliminar