sábado, 20 de agosto de 2011

Tudo pode Mudar

Autor: Jonathan Tropper
Edição: 2010, Setembro
Páginas: 336
ISBN: 
Editora: Objectiva


Sinopse:
A julgar pelas aparências, Zachary King é um homem cheio de sorte. Tem tudo na vida: um emprego estável e bem pago, um apartamento de graça em Manhattan, e uma noiva lindíssima e muito bem-sucedida. Mas à medida que o dia do casamento com Hope se aproxima, Zack sente-se cada vez mais perseguido pelas recordações de Rael, o melhor amigo que morreu num acidente de carro, e pelos sentimentos complexos que nutre por Tamara, a viúva de Rael.Para complicar o cenário, o pai que Zack não via há vinte anos decide aparecer precisamente no momento em que Zack enfrenta um problema de saúde, uma crise no trabalho e os dilemas de um coração dividido. Zack desespera com as tentativas de reconciliação do pai, mas não consegue ficar indiferente à sua determinação feroz em transformar radicalmente a sua vida. Inspirado pelo pai, Zack decide não ficar preso a uma vida que não quer, acreditando que tudo pode mudar.
Os resultados são… inquietantes.
O amor é uma coisa complicada…

A minha opinião:
Este segundo livro que li deste autor confirmou-o como um dos meus autores preferidos. Dificilmente deixarei de ler qualquer livro seu que seja publicado.
Contudo, talvez por não ter uma capa muito apelativa, não se destaca. A letra miudinha também não ajuda. Contudo, é indiscutivelmen te um excelente romance.
Um romance que foca tema actuais contados na primeira pessoa, numa perspectiva masculina, numa perfeita combinação de opostos - drama e humor, ironia e comoção, exagero e simplicidade.
Os diálogos são vivos, irreverentes e divertidos e a narrativa é um excelente convite à reflexão, pela proximidade e empatia criada com o Zack.
Tudo pode mudar quando se conjugam dois factores inesperados: o temor de uma doença como o cancro e o regresso do pai.
Absolutamente imperdível

Sem comentários:

Enviar um comentário