sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Um Coração Cheio de Estrelas

Autor: Francesc Miralles e Álex Rovira
Edição: 2011, Julho
Páginas: 136
ISBN: 978-972-711-902-8
Editora: Pergaminho

Sinopse:
Um Coração Cheio de Estrelas leva-nos até ao ano de 1946, a Selonsville, uma pequena aldeia dos Alpes. Os rigores de um Inverno duro e longo teimam em não deixar esta aldeia, que luta por recuperar das feridas da guerra recentemente terminada.No telhado do orfanato onde vivem, Michel e Eri, amigos inseparáveis, admiram o céu estrelado. Nenhum deles sabe, contudo, que na manhã seguinte Eri não despertará. Entra num coma profundo e misterioso, que os médicos não conseguem explicar nem tratar. Michel é o único que poderá mudar o destino da sua amiga…Guiado pelos conselhos de uma sábia anciã, o rapaz terá de encontrar as nove pessoas que representam as nove qualidades-chave do amor – e, com retalhos da sua roupa, confeccionar um novo coração para Eri. Mas para que este plano mágico funcione, Michel tem de empreender um desafio ainda mais difícil: encontrar o segredo do amor ilimitado, que se esconde nas profundezas da sua alma. Francesc Miralles e Alex Rovira, autores de diversos best-sellers internacionais, oferecem-nos ao longo destas páginas uma comovente história de redenção e esperança, que nos convida a descobrir o verdadeiro poder da emoção.

A minha opinião:
"Ler é um ato de amor"... e ler este pequeno e emocionante livro que é exclusivamente sobre o amor é mágico. Difícil de definir por palavras, o variado tipo de sensações e emoções que provoca. Desperta o nosso lado infantil de que nunca deveríamos perder o contacto. 

O amor é um tema universal e provavelmente o mais celebrado de todos mas este terno e belo livro é mais uma singela homenagem ao que existe de mais verdadeiro e essencial.

Sou suspeita porque sempre gostei muito de contos e fábulas e este era simplesmente irresistível. Leitura obrigatória. Escrito com alma e coração. Os meus filhos vão ser premiados com este precioso livrinho, bem como alguns dos meus amigos. Nunca tinha lido nada de Francesc Miralles mas fiquei rendida.

Sem comentários:

Enviar um comentário