domingo, 21 de agosto de 2011

A Valsa Lenta das Tartarugas

Autor: Katherine Pancol
Edição: 2011, Abril
Páginas: 566
ISBN:
Editora: Esfera dos Livros

Sinopse:
A família Cortès está de volta. Joséphine é agora uma escritora de sucesso que deixa os subúrbios para se mudar para um requintado bairro de Paris. Apesar do mundo onde agora vive, mantém-se fiel a si própria e aos seus valores. Honesta, generosa, reservada. É uma mulher realizada, mas que ainda não encontrou o amor. A sua filha Hortense está a estudar moda em Londres e a filha mais nova Zoé começa a conhecer os desafios do coração. A sua irmã Íris, outrora perfeita e símbolo de sucesso, encontra-se agora no meio de uma profunda depressão. Juntamos a tudo isto um assassino em série, que aterroriza o bairro onde a protagonista vive, e um cão demasiado feio, e temos os ingredientes para mais um bestseller de Katherine Pancol. Um romance divertido e ao mesmo tempo negro, que fala do amor, de ser mãe, da amizade, da vida familiar, da adolescência, do trabalho, do mundo em que vivemos. Com mestria, cuidado e inteligência, ao longo destas páginas, vamos acompanhando o avançar obstinado e lento destas personagens, em busca dos seus sonhos, num mundo demasiado rápido e violento.

A minha opinião:
Outro romance magnífico, recheado de personagens carismáticas, envolventes, vibrantes e próximas. Algumas transitam do romance anterior para este com as suas trajectórias, dificuldades, grandezas e misérias.
Não é necessário ler o anterior para compreender este.

A grande qualidade deste livro é a mestria com que é escrito, em que a transição das várias personagens se faz com cuidado, sem quebrar o ritmo. A intensidade da narrativa e os emotivos diálogos prenderam-me até ao fim. Fim esse que não foi o que eu esperava.

Todas as personagens se destacaram e me fizeram sentir algumas emoções de empatia ou repúdio. A única que achei excessiva ou pouco verossímil foi o Júnior.
Percebe-se ainda que vai haver continuidade, como para a Hortense e o Gary.

Apesar da dimensão do livro e do grau de envolvimento que estabeleci com ele, tive que reler passagens para conseguir absorver e reflectir. É um romance actual.

Recomendadíssimo.

Sem comentários:

Enviar um comentário